Tel x
+351 249 361 745
email x
geral@jf-ferreiradozezere.pt

Bem vindo ao site da Freguesia de Ferreira do Zêzere

Inauguração do Monumento de Homenagem aos Combatentes de Ferreira do Zêzere

14 de Junho, 2024

No dia 13 de junho de 2024 teve lugar na Freguesia e Concelho de Ferreira do Zêzere, a inauguração de um memorial de homenagem aos combatentes de Ferreira do Zêzere. O Núcleo de Tomar da Liga dos Combatentes, apoiou a iniciativa da Junta de Freguesia de Ferreira do Zêzere na realização da Homenagem, no qual sobressaiu, não só a elevação que caracterizou toda a Cerimónia, como a adesão de muitos combatentes e famílias que acompanharam todos os momentos vividos com sentido de homenagem e reconhecimento.

A Homenagem iniciou-se com a concentração dos Convidados na Junta de Freguesia de Ferreira do Zêzere, seguindo posteriormente em romagem para o Jardim Nobre onde foi inaugurado o Memorial. A Cerimónia teve início com a prestação das Honras Militares, por uma Guarda de Honra do Estabelecimento Prisional Militar, ao Exmo. Sr. Coronel Batalha da Silva em representação do Excelentíssimo Senhor Presidente da Direção Central da Liga dos Combatentes, Tenente-General Chito Rodrigues e ao Exmo. Senhor Presidente da Câmara Municipal de Ferreira do Zêzere Sr. Bruno José da Graça Gomes que presidiu à cerimónia.

Com a presença de mais de uma centena de Combatentes e Famílias, para além das Entidades convidadas, a cerimónia prosseguiu com o entoar do hino nacional. O Memorial foi inaugurado pelos Exmos. Senhores: Presidente da Câmara Municipal de Ferreira do Zêzere Sr. Bruno José da Graça Gomes, Presidente da Assembleia Municipal Sr. Dr. José Casanova, Presidente da Junta de Freguesia de Ferreira do Zêzere Sr. Armando Cotrim, pelo Exmo. Sr. Vogal da Liga dos Combatentes, Coronel Batalha da Silva e pelo Exmo. Sr. Presidente do Núcleo de Tomar da Liga dos Combatentes TCor João Paulo Carrondo. O Sr. Pároco de Ferreira do Zêzere, Padre Pedro Luís procedeu à Bênção do Monumento. A Cerimónia prosseguiu com a homenagem aos combatentes já falecidos; deposição de coroas de flores junto ao Monumento; a execução do “Toque de Silêncio” (é o último toque que se ouve em cada dia nas unidades militares, convida-nos ao silêncio e ao descanso. Com este toque é como se os que ficaram, velassem pelo sono dos camaradas, que “adormeceram pela Pátria”. Os vivos velam pelo descanso dos que partiram); a execução do “Toque de Homenagem aos Mortos em Combate” (Homenagem, sentida, àqueles que entregaram à Pátria o seu bem mais precioso: A PRÓPRIA VIDA. É altura de louvar aqueles que, jurando defender a Bandeira da Pátria, levaram ao extremo o seu sacrifício); prece pelo Sr. Padre Pedro em memória dos “Militares e Civis que deram a sua vida ao serviço da PÁTRIA”; a execução do “TOQUE DE ALVORADA”, simbolizando assim o renascer daqueles que, em espírito, continuam a servir-nos de exemplo. Terminado este momento solene, usaram da palavra o Presidente da Junta de Freguesia de Ferreira do Zêzere; o Vogal da Direção Central da Liga dos Combatentes, um Ferreirense; o Presidente da Assembleia Municipal de Ferreira do Zêzere e por fim o Presidente da Câmara Municipal de Ferreira do Zêzere, podendo extrair-se das ideias proferidas e vertidas em discurso, a apologia ao combatente, às suas famílias e ao esforço que todos desempenharam na sustentação do conflito no Ultramar.

Após estas cerimónias muito significativas onde se procurou reconhecer e enaltecer os Combatentes por tudo aquilo que fizeram ao serviço da Pátria, foi escutado o Hino da Liga dos Combatentes.

Seguiu-se o almoço de confraternização e o convívio que ele proporciona no Centro de Reabilitação e Integração de Ferreira do Zêzere,

A Cerimónia realizada, por iniciativa da Junta de Freguesia de Ferreira do Zêzere, dos seus Combatentes e com o apoio do Núcleo de Tomar da Liga dos Combatentes, contribui para a manutenção e fortalecimento do espírito de corpo existente entre os combatentes e a população a que pertencem. Constituiu por isso, um momento relevante na vida desta localidade, revestindo-se da solenidade e dignidade próprias do seu significado.

In: Liga dos Combatentes – Núcleo de Tomar

Last modified: 25 de Junho, 2024