Percursos Pedestres

Distância: aproximadamente 10,5 Km

Descrição:

A partida vai ser junto da igreja de Ferreira do Zêzere aproveite para admirar a bela talha dourada deste templo. O exterior já pouco conserva da traça original, mas as quatro gárgulas da sineira são boa certidão da sua antiguidade.

A marca do tempo está também na lápide gótica que encontramos a alguns metros, na direcção da vila. Fala-nos da construção do paço de D. Nuno Rodrigo  (em 1362), Mestre da Ordem de Cristo ao tempo do rei Pedro I.

Tome-se agora a estrada para a Castanheira, que bem podia ser Atlântida já que a velha aldeia ficou sob as águas do rio. Em seu lugar nasceu o Lago Azul, baptismo recente e justo para esta paradisíaca paisagem.

Em pleno pinhal, o rio transforma-se num imenso lago e, dos desportos náuticos a um mergulho na piscina flutuante ou um passeio em barco panorâmico, tudo é possível.

Aqui não se tem pressa de partir e até a estrada acaba, ou melhor, entra pelo rio num convite à permanência. Aceite-o!

Já com tempo e bem acomodado nas instalações hoteleiras que aqui encontra, parta por estrada de terra à descoberta de S. Pedro de Castro. Em determinados dias do ano, com muitas chuvas, não se aconcelha fazer o resto do percurso por esta estrada, a menos que use um veiculo todo-o-terreno.

Do outeiro, coroado pela singela capelinha gótica, desfruta-se de uma esplêndida panorâmica sobre o Zêzere. O pequeno templo foi construído fazendo o aproveitamento de materiais do período romano e o seu interior, além de silhar de azulejos quinhentistas, é decorado por ex-votos, de sabor popular, que nos falam da fama e do proveito milagreiro de S. Pedro do Castro.

W3C